sexta-feira, 5 de março de 2010

Curiosidades da fotografia: aparecimento no Brasil



Pei Fang Fon

Hoje máquinas digitais e todo atrativo tecnológico estão nas mãos de boa parte da população. Porém, a fotografia traz em sua história fatos que influenciam a mania de “ser fotógrafo” que se alastrou por todo o mundo.

Desde que a primeira impressão fotográfica foi feita, em 1826, uma nova prática imagética estava surgindo, isso na França. O que poucos sabem era o que estava acontecendo no Brasil e em outros lugares do mundo com o surgimento do novo advento pictórico.

Falar de fotografia e não remeter a Louis Jacques Mandé Daguerre (e o seu Daguerreótipo) e de Joseph Nicéphore Niépce (que fixou a primeira imagem para o papel) é impossível. Ambos franceses e com uma ideia em comum. Até chegar à união dos dois estudos acerca da fotografia foi um tanto quanto complicado.

Niépce pode ser considerado um paranóico. Certa vez foi visitar o seu irmão na Inglaterra, aproveitou o momento e foi apresentar o seu trabalho em uma das academias científicas mais conceituadas, a Royal Society. Este encontro foi intermediado por Francis Bauer. No entanto, o trabalho de Niépce, chamado de heliografia, não foi apresentado, alegando que não revelaria o seu segredo.

Ao voltar para a França, conheceu Daguerre e percebeu que as pesquisas dele eram semelhantes com as suas e resolveu se associar. Foram aprimorados os estudos e criado o Daguerreótipo.

Já no Brasil...

Enquanto eram discutidos esses estudos no velho continente, no Brasil, havia um francês que morava no Rio de Janeiro, Antoine Hercule Romuald Florence, que já tinha estudado estudava sobre o assunto, independente do que acontecia na sua terra natal.

Aqui ele foi trabalhar numa livraria e tipologia de Pierre Plancher – fundador do Jornal do Commercio do Rio de Janeiro. Através de um anúncio Florence ficou sabendo de uma expedição científica que procurava desenhistas para a documentação da viagem. A Expedição Langsdorff foi organizada por um cônsul da Rússia no Brasil e por um médico alemão, Georg Heirinch von Langsdorff, entre os anos de 1825 a 1829.

Na sua volta para o Rio, Florence encontrou dificuldades para o registro de suas imagens e entre 1832 a 1836 pesquisou formas de impressão. e Esse estudo foi chamado de Polygraphye.

Daguerreótipo no Brasil
Pouco se sabe que o primeiro Daguerreótipo foi trazido pelo abade francês Louis Compte. Ele estava a bordo de um navio-escola, L’Oriental, que tinha o objetivo de levar ao mundo as novas descobertas, dentre elas a fotografia.

Compte fez algumas demonstrações do novo experimento e a sociedade do Rio de Janeiro ficou impressionada com o objeto. E por meio dele foram feitas as primeiras imagens obtidas através do Daguerreótipo: vista do largo do Paço e da Praça do Peixe, ambos no Rio de Janeiro. E a primeira demonstração foi realizada em 17 de janeiro de 1840, no Hotel Pharoux, para um público seleto.

D. Pedro II e a fotografia

Apesar de ser a capital do império e centro da elite naquele período, o primeiro contato do imperador D. Pedro II não aconteceu no Rio, onde era o centro da elite naquele período. Distante de seu lugar comum, nos estados de Pernambuco e Paraíba, ele foi para uma visita e lá o daguerreotipista August Morand foi convidado para fazer algumas demonstrações. O entusiasmo do pequeno Imperador era tamanho que ele encomendou o seu próprio Daguerreótipo e aprendeu a manuseá-lo.

D. Pedro II pode ser considerado o primeiro fotógrafo nascido no Brasil e o mais jovem também, pois ele estava com 15 anos, e o primeiro colecionador, portando mais de 25 mil imagens, que hoje estão na Biblioteca Nacional. E sua paixão era tão grande enorme que levou o aparelho para os vários lugares do país, muito embora fosse restrito o aprendizado da fotografia.

D. Pedro II ainda conferiu a honraria de Photografo da Casa Imperial para os retratistas Louis Buvelot e Prat em 1851 e foi a primeira vez que um soberano concedeu tal homenagem. Anos depois a mesma honra foi concedida para mais de vinte pessoas títulos.

1 comentários:

Anônimo | 6 de junho de 2013 15:25

esse saite não e muito bom

Postar um comentário